Como Montar Campo Harmônico Menor Natural, Harmônico e Melódico

Fala estudante da música! Tudo bem com você? Esse post vai tratar do Campo Harmônico Menor. Vamos aprender como montar os 3 campos harmônicos menores relacionados as 3 escalas menores.

Não se preocupe, não é nada difícil aprender sobre esse assunto muito importante para o músico.

Depois que você aprender, vai perceber o quanto de ganho musical e benefícios que o estudo dos campos harmônicos vão fazer na sua musicalidade.

É mais ou menos assim…

Imagine tirar músicas de ouvido com mais facilidade e rapidez aprendendo o padrão de formação de acordes por tonalidade…

Imagine fazer modulações e trocar de tom em qualquer canção imediatamente…

Tudo isso você vai ser capaz de aplicar e dominar.

Saber isso, vai fazer você tocar melhor!

Mais detalhes sobre harmonia musical

Campo Harmônico Menor: Sua Formação e Estrutura

O campo harmônico menor é um conjunto de acordes formados a partir das escalas menores naturais, melódicas e harmônicas.

Esse conjunto de acordes também segue uma sequência, uma ordem, e são classificadas em graus.

Ao todo, são 7 graus para montar a estrutura de uma campo harmônico menor e você deve entender alguns pontos importantes que vamos aprender hoje aqui.

Está preparado?

Existem 3 tipos de campo harmônico menor baseados nas 3 escalas menores. Note que em cada tonalidade haverá uma sequência de 7 acordes.

O primeiro que vamos aprender agora é o natural.

Como montar o Campo Harmônico Menor Natural

Tabela campo harmonico menor natural

O conjunto de acordes deste campo harmônico é formado pelas escalas menores naturais.

Estamos falando aqui da relativa menor da escala maior.

Curiosidade: Todo Acorde Maior Possui Acordes Relativos Menores. O Contrário Também Vale.

Mas o que são acordes relativos?

No caso do campo menor, são os acordes que possuem a maior quantidade de notas da tríade do seu relativo maior.

Por exemplo, para o Acorde C temos duas relativas menores: O Am e o Em.

Simples, eles são considerados relativos porque possuem duas notas da tríade de C

Seguindo este conceito montamos facilmente o campo menor natural.

Porque este campo é a relativa do seu primo maior.

Para montar a tabela corretamente basta usar a seguinte sequência:

#1 Escreva a Escala Menor Natural

Partindo da primeira escala maior (dó maior) vamos encontrar sua primeira relativa menor VIm (Lá menor).

A partir daí, é só escrever as notas da escala menor natural a partir de sua tônica.

No caso, o exemplo se dá na escala de Lá menor, veja:

A – B – C – D – E – F – G

#2 Escreva a Tabela de Graus Acima da Escala

Veja a representação na imagem abaixo da fórmula do campo harmônico menor natural na escala de lá menor:

Passo a passo para montar o ch menor

#3 Agora Basta Aplicar a Fórmula do Campo Harmônico que estamos estudando:

Fórmula aplicada

Vai ficar assim:

Am – Bm(b5) – C – Dm – Em – F – G

Pronto, desta forma você poderá montar todos os outros 11 campos harmônicos menores naturais.

Para isso, basta ir aplicando a fórmula em todos os tons da escala menor natural.

Se você quiser montar todo campo, e eu aconselho isso, lembre-se que:

  • O Grau I sempre será o acorde da tonalidade do campo harmônico;
  • O Grau I será um acorde menor;
  • Os Graus III, VI e VII serão sempre acordes maiores;
  • Os Graus I, IV e V serão sempre acordes  menores;
  • O Grau II é menor com a quinta diminuta (diminua meio tom da terceira nota tocada na tríade de Bm na posição fundamental)

Como montar o Campo Harmônico Menor Harmônico

Estudo do Campo Harmônico Menor Harmônico

A diferença entre o Campo Menor Harmônico e o Menor Natural é que o intervalo de 7ª se torna um intervalo maior.

Em outras palavras, basta você acrescentar um sustenido na sétima nota da escala.

Por exemplo em Lá menor:

A – B – C – D – E – F – G#

Essa mudança permite o campo menor harmônico possuir uma característica interessante.

A presença da função dominante. Isso mesmo, agora o Grau V serve de resolução para a tônica pois no campo menor harmônico o E não será mais menor e sim maior.

Experimente tocar o E e depois o Am no seu instrumento.

Imagino que você terá várias ideias na músicas que toca agora.

Finalizando essa parte o campo harmônico menor harmônico ficará assim em Am:

Fórmula do campo menor harmônico aplicado

Terminado, fica dessa forma:

Am – Bm(b5) – C5# – Dm – E – F – G#º

Como montar o Campo Harmônico Menor Melódico

Estudo do Campo Harmônico Menor Melódico

No nosso último tipo de escala menor e CH menor, aprenderemos sobre o campo menor melódico.

A diferença principal deste campo para o anterior é que a 6ª nota também recebe um sustenido, ou seja, também elevamos meio tom nela.

Desta forma, a escala menor melódica e o campo menor melódico ficarão assim:

A B C D E F# G#

Fórmula aplicada:

Fórmula do campo menor melódico aplicado

Terminado, fica dessa forma (em tríades):

Am – Bm – C5# – D – E – F#º – G#º

Tabelas dos Campos Harmônicos Menores em imagens

Aqui estão as tabelas de campo harmônico em imagens para você baixar e de quebra vou colocar a maior também. Você pode usar essas tabelas para estudar teclado e qualquer outro instrumento musical.

Campo Harmônico Menor Harmônico (Tétrades)

Campo Harmônico Menor Harmônico

Campo Harmônico Menor Melódico (Tétrades)

campo harmônico menor melódico

Campo Harmônico Menor Natural (Tríades)

Tabela campo harmonico menor

Pratique sem as sétimas e com as sétimas. Trabalhe bastante a inversão de acordes!

Leia também: Como Aprender a Tocar Violão

Post com detalhes aprender violão

Resumo e Conclusão

Aprendemos hoje os 3 tipos de campos menores possíveis na teoria musical.

Também entendemos as diferenças entre elas, além de perceber que esses campos nascem e são formados através de suas respectivas escalas musicais.

Sugiro para sua leitura alguns artigos para complementar seu entendimento.

Aprenda também sobre campo harmônico maior.

E aqui você vai ler mais sobre a formação das escalas.

Nas próximas semanas vou deixar mais dicas aqui no site.

Espero realmente ter ajudado você! Se gostou compartilhe esse post nas suas redes sociais.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!