O Que é Timbre de Voz? Como Melhorar o Timbre Vocal?

Você sabe o que é timbre de voz? Sabia que é possível melhorar o seu timbre vocal com exercícios poderosos para aprender a cantar bem?

Os cantores profissionais dominam com facilidade todas as notas da sua extensão vocal. Mas, para isso, é preciso se especializar. Talvez, um curso de canto online completo te proporcione as melhores técnicas vocais utilizadas pelos profissionais.

Há somente um fator que fará com que você consiga distinguir sons com intensidades e frequências iguais. E esse fator é conhecido como ondas sonoras.

Cada instrumento emite ondas sonoras diferentes. Uma banda pode até estar tocando com as frequências iguais e com as mesmas notas, porém, sempre cada integrante, estará emitindo ondas sonoras desiguais.

Vale ressaltar que as ondas sonoras de instrumentos, também se diferem das ondas de som da voz.

Ou seja, mesmo que você domine tudo sobre o que é timbre de voz, as ondas sonoras de ambas, permanecerão diferentes.

O que é timbre de voz?

O Que é Timbre de Voz

O timbre de voz é um elemento do corpo humano, e através dele, você consegue identificar qual é a sua classificação vocal.

Quando se trata a respeito do timbre vocal, muitos fatores contribuem para diferenciar o seu timbre de voz para o timbre de outras pessoas.

Isso ocorre devido às diferenças na respiração, na herança genética e na glote.

A glote está localizada na laringe e é constituída pelas cordas vocais e pelos espaços entre elas (rima da glote).
Ou seja, para resumir, o timbre de voz é gerado na cavidade laríngea.

Assim como o seu nome, é a forma que você é conhecido (a), o seu timbre vocal, é a identidade da sua voz. Com isso, surgem dúvidas acerca dos tipos de timbres vocais.

Há somente um fator que fará com que você consiga distinguir sons com intensidades e frequências iguais. E esse fator é conhecido como ondas sonoras.

Cada instrumento emite ondas sonoras diferentes.

Uma banda pode até estar tocando com as frequências iguais e com as mesmas notas, porém, sempre cada integrante, estará emitindo ondas sonoras desiguais.

Vale ressaltar que as ondas sonoras de instrumentos, também se diferem das ondas de som da voz. Ou seja, mesmo que você domine tudo sobre o que é timbre de voz, as ondas sonoras de ambas, permanecerão diferentes.

Como melhorar o timbre vocal?

Não existe uma dica ou técnica de ouro que fará com que você melhore o seu timbre de voz da noite para o dia.

Porém, há alguns exercícios que vão fazer com que você consiga melhorar o timbre de voz com um tempo.

Além de treinar bastante, indicamos o Curso Além da Voz da Iara Negrete para você aperfeiçoar sua voz e cantar como um profissional.

Há três dicas que são cruciais para que o aprimoramento ocorra. Que são:

Articulação

É saber movimentar os músculos usados para cantar da maneira correta.

Será necessário que você exagere na articulação de cada sílaba, pois isso vai fazer com que você consiga atingir a potência necessária em todas as notas.

1. O primeiro exercício é cantar as sílabas “BA” “DA” “GA” junto com uma tríade maior ou tríade menor.

Sinta o movimento da boca!

Se você já está fazendo esse exercício sem grandes dificuldades, já está na hora de passar para a segunda fase.

2. O primeiro exercício foi cantar 3 sílabas. Agora o segundo exercício para melhorar o timbre vocal, é cantar 5 sílabas.

Lembre-se que cada sílaba precisa atingir as notas de um acorde.

Cante as sílabas “Ma”, “Me”, “Mi”, “Mo”, “Mu”.

Se você conseguir articular bem sua boca nessas sílabas, você pode fazer esse mesmo exercício mudando as consoantes. Por exemplo: “LA” “LE” “LI” “LO” “LU”. E também: “GA” “GUE” “GUI” “GO” “GU”.

Esses exercícios de timbre de voz vão fazer com que você consiga movimentar sua boca e atingir a potência correta em todas as sílabas cantadas.

Ressonância

É a amplificação do som que a sua corda vocal produz. Através de exercícios para melhorar a ressonância, você consegue tirar o excesso de tensão e a voz da garganta.

O exercício muito utilizado que vou te ensinar agora é o uso da sílaba “MÍ” ao cantar a melodia de uma música.

1º Passo – Cante uma estrofe de qualquer música.
2º Passo – Agora, cante essa mesma estrofe dessa música, substituindo todas as sílabas, por “MI”.
3º Passo – Relaxe a língua e boca, e repita o exercício.
4º Passo – Repita novamente sem fazer careta. Relaxe sua face também.

Agora, cante a estrofe da música como ela é, com as sílabas corretas. Todos os dias, se separar 10 minutos do seu tempo para esse exercício, o aprimoramento do seu timbre de voz é certo.

Colocação Vocal

As músicas necessitam de uma colocação de voz oral. Com isso, você precisa fazer com que sua voz não saia pelo nariz (voz nasal).

Como saber quais são as sílabas ou palavras que possuem som nasal?

Simples, quaisquer sílabas que contenham as letras “N” e “M” e a vogal “Ô, é considerada uma palavra nasal.

O exercício é simples e precisa estar combinado com as outras técnicas (Articulação e a Ressonância).

1º Passo – Cante uma estrofe de qualquer música.
2º Passo – Agora, cante essa mesma estrofe fechando as duas cavidades do seu nariz. Obviamente, respire pela boca.
3º Passo – Percebeu que algumas sílabas saíram pelo nariz? O seu objetivo agora é forçar com que elas saiam pela boca.

É preciso que você siga essas dicas e realize os exercícios, diariamente, para que você possa dominar e controlar o seu timbre de voz por completo.

Tipos de timbre de voz

Você sabia que existem 6 tipos de timbre de voz? E que ainda há variações neles?

Basicamente, é dividido entre tipos de timbre de voz feminina e masculina.

Tipos de Timbres de Voz Feminina

1. Contralto – É a voz mais grave e também, mais rara nas vozes femininas. Sua extensão vai do MI 2 ao LÁ 4.

Suas variações são:

  • Contralto dramático;
  • Contralto lírico;
  • Contralto coloratura.

2. Mezzosoprano – É uma voz intermediária, nem aguda, nem grave. Sua extensão vai do LÁ 2 ao SI 4.

Suas variações são:

  • Mezzosoprano lírico;
  • Mezzosoprano dramático;
  • Mezzosoprano coloratura.

3. Soprano – É a voz feminina mais aguda. Sua extensão vai do DO 3 ao FÁ 5.

Suas variações são:

  • Soprano lírico;
  • Soprano spinto;
  • Soprano dramático;
  • Soprano coloratura;
  • Soubrette.

Tipos de timbres de voz masculina

1. Baixo – É a voz mais grave. Sua extensão vai do vai do DO 1 ao FÁ 3.

Suas variações são:

  • Baixo superprofundo;
  • Baixo profundo;
  • Baixo cantante lírico;
  • Hoher Baixo;
  • Baixo buffo.

2. Barítono – É o meio termo, uma voz intermediária, entre baixo e tenor. Sua extensão vai do SOL 1 ao LÁ 3.

Suas variações são:

  • Barítono lírico;
  • Baixo-barítono;
  • Barítenor;
  • Barítono dramático;
  • Barítono Martin;
  • Barítono Verdi;
  • Barítono leggero.

3. Tenor – É a voz mais aguda. Sua extensão vai do DÓ 2 ao RÉ 4

  • Tenor leggero;
  • Tenor lírico-ligeiro;
  • Tenor spinto;
  • Tenor dramático;
  • Tenor lírico;
  • Haute-contre;
  • Heldentenor;
  • Tenor mozartiano.

Gostou de ter aprendido a respeito de o que é timbre de voz? Lembre-se sempre de que conhecer e dominar o seu timbre de vocal.