Backing Vocal: Dicas Para um Bom Vocal de Apoio

O backing vocal é constituído por algumas vozes que são cantadas ao mesmo tempo.

Se você está fazendo a voz principal, obviamente, não poderá fazer o backing vocal.

Para realizar um bom backing vocal, é necessário percepção e habilidades que são desenvolvidas com estudos. É necessário ter um ouvido bem apurado e prestar bastante atenção para não “entrar” na voz principal.

Obviamente, o backing vocal é um dos pilares do canto.

Certamente, se você sabe e domina a segunda voz, você será mais requisitado, do que um cantor que não domina.

Talvez, com um curso de canto online, você consiga aprender do zero todas as técnicas para dominar 100% tudo sobre o backing vocal.

Abaixo, citarei um exemplo de backing vocal:

No acorde de C (Dó Maior) o C é a nota fundamental, que é a nota que vai dar nome ao acorde.

Continuando no exemplo de C (Dó), temos a sua terça maior, ou intervalo de terça maior, que é E (Mi).

Obs: Sobre o assunto de terça maior, menor e outras, consulte nosso material sobre intervalos musicais.

Há também a quinta de C (Dó), que neste caso é G (Sol).

E a Oitava de C (Dó), que é o próprio C (Dó) oitavado (mais agudo).

Após ter entendido isso, você poderá estar treinando.

Se a melodia estiver na fundamental. Você pode fazer backing na 3a, 5a ou 8a da nota que estiver mandando na melodia.

Se a melodia não estiver na fundamental, evite, ao máximo, fazer a segunda voz na fundamental. Porque, com isso, seu ouvido se tornará preguiçoso, optando sempre pelo mais fácil.

Há, e se quiser aprofundar seus conhecimentos no canto e aprender a cantar cada vez melhor dá uma olhada nesse treinamento aqui: Curso Além da Voz da Iara Negrete.

5 Dicas para fazer backing vocal

Agora que você entendeu um pouco sobre o conceito que configura a técnica de backing vocal, vamos acompanhar algumas dicas para você treinar sua voz e modelar a qualidade do seu cantar.

Pegue essas dicas e pratique.

1 – Ouvir e prestar atenção.

A primeira dica é ouvir músicas cantadas por mais de uma pessoa, e prestar atenção na segunda voz.

No começo será complicado, mas depois de alguns treinos, você vai ter mais facilidade para realizar isso.

Um dos principais fatores para quem deseja aprender a cantar melhor é ouvir bastante as técnicas que os profissionais usam.

É o caso do Melisma Vocal  e Vibrato por exemplo.

2 – Imitar o backing de outro cantor

Imitar o backing vocal de alguém, faz com que você aprenda de maneira mais fácil.

Já ouviu falar no aprendizado neurolinguístico?

Funciona da mesma maneira, de tanto que você repete, você aprende.

3 – Tenha a ajuda de um instrumento

Se você tiver algum instrumento musical, achar a segunda voz para um backing vocal, é mais fácil.

É verdade, você poderá tocar no seu instrumento, o acorde desejado, e encontrar com mais facilidade a melodia da música na 3a, 5a e/ou 8a.

Porém, se você não tem nenhum instrumento, não se preocupe.

Existem diversos aplicativos que simulam um teclado/piano.

Depois de ter baixado o aplicativo, toque o acorde das notas, e tente alcançar nota por nota, de cada acorde.

Ex.: Dó; Mi; Sol = Acorde de C (Dó maior).

Toque e Cante Dó, depois, Mi, depois, Sol.

Repita isso, com as outras notas.

Experimente cantar uma música em um intervalo de 3ª maior da fundamental caminhando com sua voz na escala musical do tom da música.

Veja nosso post sobre Tipos de Vozes e Contralto.

4 – Treine todos os dias

A prática leva a perfeição. E cada hora dedicada ao estudo de backing vocal, faz com que você tenha maior amplitude na percepção vocal.

Com isso, você terá cada vez mais facilidade para encontrar e cantar as notas corretas do backing vocal.

5 – Aqueça sua voz antes

O aquecimento vocal é importante para que você consiga alcançar notas mais graves ou agudas.

Quando não se aquece a voz, você pode falhar ao tentar alcançar notas mais agudas.

Até porque, quando só falamos, não utilizamos notas agudas e muito menos, não trabalhamos na abertura e fechamento das pregas vocais.

Conclusão

Cantar é magnífico, é sensacional e saiba que qualquer pessoa pode cantar. Não pense que é impossível extrair melodias bonitas na voz de alguém desafinado.

A música tem dessas belezas, é inclusiva.

Você conheceu um pouco do que é o Backing Vocal ou voz de apoio, aqui é básico, mas o caminho está aberto.

O segredo é saber dançar com a voz entre intervalos musicais conhecidos, sabendo que um desses intervalos será a voz principal.

Se você deseja ser mais técnico, conheça um pouco mais sobre as escalas musicais ou pelo menos os intervalos musicais que constroem as escalas. Para um cantor ser completo, esse é o caminho certo, o começo, mas correto.