Indicação de curso violão do zero

O Fundo Musical para pregação em igrejas devem ter somente um sentido e objetivo: Não atrapalhar a mensagem!

Para quem faz fundo musical na igreja ou para quem quer fazer temos que ter em mente que apesar deste momento ser o único no culto em que o músico toca sozinho, não é o momento dele!

Agora, aplicar seus conhecimentos em escalas musicais, acordes, progressões… É perfeitamente aceitável.

Tudo com sensibilidade e entendimento de que nós somos pano de fundo e a pregação é o principal.

Quem conhece campo harmônico maior e campo harmônico menor e também algo de harmonia funcional vai realizar um belo trabalho ao fazer fundo musical na igreja ou outro evento.

Vamos aprender como fazer fundo musical corretamente!

Mais detalhes sobre harmonia musical - Como Fazer Fundo Musical no Culto: A Forma Que Deu Certo

O Que Eu Percebo Em Fazer Fundo Para Mensagens Na Igreja

De forma alguma quero desvalorizar nossa função no culto.

Faço fundo musical em minha igreja a mais de 15 anos e afirmo que se nesse tempo eu não tivesse tocado durante as pregações, a palavra de Deus faria o mesmo efeito e resultado na vida das pessoas.

Quero dizer que a palavra de Deus tem muito mais efeito que um fundo musical e o músico deve contribuir com o momento da mensagem.

Deve também, fazer de tudo para que as pessoas não percam a atenção na pregação.

A humildade e sensibilidade tem que acompanhar o músico principalmente nas igrejas, nossa função é servir da melhor forma possível e nunca demonstrar conhecimentos e técnicas.

Nossa capacidade tem que estar abaixo daquilo que as pessoas realmente precisam.

Durante os cultos a igreja recebe pessoas que estão com casamento destruído, desempregadas e doentes.

Também recebe também pessoas que gostam de oração e que querem aprender mais da palavra.

Em nenhum desses tipos há a vontade de ir a igreja para escutar nossos arranjos, técnicas e progressões “matadoras”.

Nós temos que respeitar e entender a direção do culto. O alvo é Jesus!

O fundo musical para mensagens é importante mas nunca substituirá ou será maior que a Palavra de Deus.

Outros assuntos interessantes para você:

Como Fazer Fundo Musical Para Pregações Com Intensidade e Sensibilidade

image contact - Como Fazer Fundo Musical no Culto: A Forma Que Deu Certo

Trabalhar a sensibilidade durante a pregação é um desafio para nós.

 💡 Somente evoluindo nesse aspecto é que conseguiremos arrancar a intensidade correta em momentos específicos na pregação.

A sensibilidade do músico deve estar totalmente alinhada com a do pregador.

 ➡ Pense comigo, quem está pregando se preparou para estar ali igualmente a você que se preparou e estudou durante anos para este serviço.

A diferença é que aquela mensagem específica falou ao coração dele durante a semana ou alguns dias antes. 

Então sempre se faça uma pergunta antes de fazer fundo musical:

Será que eu me preparei para este momento específico? 

A única forma do músico se preparar para fazer um fundo musical e estar alinhado com o pregador mesmo o músico não sabe o tema da mensagem previamente é deixar ser inspirado pelo Espírito Santo.

Já experimentou tocar sozinho?

É um grande exercício para ter inspiração do Espírito Santo.

Tenha o seu momento de relacionamento com Deus adorando a Ele num local sozinho.

Sua percepção do que acontecerá a sua volta no decorrer de um culto aumentará muito e com isso você será mais sensível as diferentes intensidades que um pregador trás em uma mensagem.

Como Fazer Fundo Musical No Culto: Algumas dicas do que experimentei nesses anos

» Momentos da Mensagem

O começo da mensagem: Normalmente pede acordes com 7M nos graus IV e I e aos poucos se acrescentam suas relativas com 7/9, VIm e IIm.

Perceba que são acordes simples mas você pode incrementar de acordo com o que o momento pede.

Fundo Musical e1535577188120 - Como Fazer Fundo Musical no Culto: A Forma Que Deu Certo

O momento forte: É um momento de elevada intensidade e força em uma pregação. Sugiro acordes em sequência num campo harmônico, por exemplo, IV – V ou acrescentando o VIº grau no meio: IV – VIm – V7

O momento de reflexão (final da mensagem): Com certeza você usará acordes menores iniciando pelos graus IIm ou VIm.

Esse talvez seja um bom momento para andar um pouco pela escala menor harmônica (um pouco), por exemplo, utilizar um E7 preparando para Am.

Esses exemplos simples acima podem ajudar um pouco como ponto de partida para quem ainda não começou.

 ➡ Claro que isso pode mudar dependendo da mensagem.

A conclusão que eu cheguei em todos esses anos é que quanto menos o músico aparece mais o Espírito Santo trabalha na vida das pessoas durante a mensagem.

Seu fundo musical não pode servir de obstáculo para mensagem chegar as pessoas!

» Fundo com Melodia na Ponta de Canção Conhecida

Uma forma de fazer fundo musical é utilizar a técnica de fazer a melodia da música nas notas mais agudas do acorde.

Essa técnica pode ser melhor explorada quando a música pós pregação for definida.

Temos que ter cautela pois não aconselho utilizar a melodia na ponta no início e meio da pregação pois isso com certeza vai tirar o foco de muitos na igreja, principalmente se a música for conhecida.

Essa técnica permite que a melodia de uma música seja tocada juntamente com a base, os acordes.

É simples, tire a melodia de uma música e toque a melodia na nota mais aguda do acorde, você precisará conhecer bem as inversões dos acordes para executar com beleza e clareza.

Saiba mais em: Inversões de Acordes.

» Fundo de Progressão Desconhecida Pelos Ouvintes

Particularmente é minha preferência.

Indico para 90% do momento da pregação, selecione bem alguns acordes e toque eles sem fazer menção a alguma música que a igreja conheça e que utiliza a sequência das notas escolhidas.

Você fará um excelente trabalho e a igreja não perderá a atenção na pregação por lembrarem de alguma música e com isso as pessoas não vão cantar mentalmente.

Post com detalhes aprender violão - Como Fazer Fundo Musical no Culto: A Forma Que Deu Certo

Mas eu não consigo fazer fundo musical para oração ou pregação…

Toque sozinho, sem ninguém te olhar – Essa é uma excelente forma de treinar fundos musicais.

Tocar sozinho fará você extrair arranjos que não pertencem a nenhuma música, você acaba criando.

Parece chato mas variar intensidades e possibilidades tocando sozinho, num determinado tempo, 2 ou 3 acordes, trará um ganho na sua criatividade

Você poderá usar para qualquer outro momento da sua vida ou carreira como músico.

Se seu problema seja vergonha deixa eu te dar uma dica que ouvi de um professor 16 anos atrás:

 🙂 Quando estiver tocando, olhe para a igreja, você verá que ninguém estará te olhando.

Normalmente as pessoas prestam atenção no pregador, no cantor ou na imagem do projetor. E ele estava certo.

Algumas Conclusões:

→ A palavra sempre deverá ser maior que a expressão do músico;

→ O músico não deve chamar a atenção pra si;

→ Quanto menos o músico aparece mais o Espírito Santo trabalha na vida das pessoas durante a mensagem;

→ Toque sozinho por algum tempo para ter o seu momento de adoração a Deus;

→ Explore com cuidado as diferentes intensidades durante a mensagem.

Até a próxima!

Você já fez fundo musical?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!